Inverno, como se nutrir !

ALBERTO BASTOS

Estação Inverno

Período: 20 de junho a 21 de setembro
Elemento: Água
Órgão e víscera: Rim e Bexiga

Características:

Neste momento a introspecção é preciosa, se observar e permitir a auto-escuta, boa época para retiros espirituais, contemplação; ouvir musica suave.

Procurar dormir cedo e acordar após o sol nascer

É a época de nutrir a essência pelo repouso, pelo descanso, não-ação, economia de energia. Como diz a Sonia Hirsch, “se pode boiar, nadar para quê?”

Deixar a vida seguir seu próprio curso, sem planos nem temores;

Representa o final do ciclo, em relação a nossa, nas fases da vida representa a terceira idade. Período em que ocorre naturalmente uma diminuição do yang do Rim, havendo diminuição do dinamismo, da força e da coragem.

Buscar a quietude, como a semente que aguarda quieta o momento de brotar.

Na natureza tudo favorece o repouso, então devemos poupar nosso processo digestivo. Neste período tonificar a energia dos rins e da bexiga.

A noite sopas com raízes e tubérculos: Cenoura, beterraba, nabo, rabanete, inhame, batata doce, batata baroa e cará merecem destaque, pois têm relação com a essência do rim

O frio traz o desejo do quente e do morno, tudo favorece o repouso degustar os chás.

A cor da estação é preta, o escuro que pode ser caracterizado pela casca da berinjela, feijão preto, na alga marinha, arroz negro, gergelim preto e na ameixa preta.

Sabor salgado que tem como exemplo frutos do mar.

Sementes, grãos em geral vão representar a essência dos que guardam o código energético, e nesse caso podemos tonificar mais os rins com o uso dos cereais.

Quinoa, arroz, milho orgânico, centeio, aveia, cevada, painço e também com as leguminosas- feijões de todas as cores (e lembre-se de que eles ainda têm o formato dos rins.), grão de bico, ervilha, lentilha, guando. Gergelim, girassol, abóbora, papoula, nozes, castanhas.

Temperos devem aquecer, mas com moderação se o clima for de frio discreto, como acontece em grande parte do nosso país. São eles: alho, alfavaca, açafrão, alecrim, cominho, canela, cebola, coentro, cravo, gengibre, manjericão, noz moscada, pimentas.

Chás devem aquecer maça com canela, anis estrelado, erva doce, casca de tangerina, gengibre, canela, cravo, cardamomo,camomila. Mas como no caso dos temperos, é válido o cuidado para não aquecer demais, então se o frio é suave não utilizar um chá de gengibre, canela ou cravo. Outra forma é combinar os chás quentes com plantas frias para equilibrar,exemplo: Capim limão com gotas de limão,canela com casca de maçã.

 

Bibliografia:

Comer com Sabedoria

Autora Ana Beatriz Vieira Pinheiro

Ed.Nova Era

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.