Auto Massagem – Banho Seco

 Auto-massagem ou banho seco – nome que atribuo ao amigo e filósofo Juracy Cançado – é extremamente eficiente para relaxar, drenar toxinas, diminuir dores e auxiliar o processo de desintoxicação do organismo. O sistema sanguíneo venoso e linfático é bastante favorecido com a prática, e o fluxo de Qi (energia) volta a circular com suavidade por todo o organismo. A massagem pode ser feita diariamente, em dias alternados, ou ainda ocasionalmente, ao se sentir irritado, mau humorado, com dificuldade de dormir, inchado, edemaciado ou com o corpo pesado e dolorido, após atividade física extenuante.

A grande vantagem é ser uma prática sem custo. Você pode fazer quando quiser, mas o ideal é ao acordar. Estar ao ar livre aumenta os benefícios; estar descalço e pisar na terra ou na grama, proporciona o “desaterramento”, termo usado para drenar o excesso de energia bioelétrica produzido pelo metabolismo.

Tempo da massagem

O tempo da massagem precisa ser controlado em cada grupo muscular. O excesso machuca a musculatura. Se você massageia um grupo muscular por tempo excessivo, poderá causar dor horas depois da aplicação. Por isso, cada grupo muscular (pescoço, perna, braço) deve ter uma variação de tempo entre 5 a 7 minutos. Mais do que isso, em cada grupo de músculo, também não faz bem.

Quando não fazer massagem

Não se deve fazer massagem quando estiver com febre, resfriado, sobre ferida ou em inflamações na pele que apresentem sinais flogísticos como rubor, calor e edema.

Sensações comuns durante o banho seco

Sentir calor alguns minutos após o início da massagem, eliminar gases, sentir vontade de urinar ou defecar e ter a sensação da energia circulando pelo corpo.

E como funciona essa prática? Vamos aprender?
Banho seco passo a passo.

De pé, de preferência sem camisa e de short, permita que a luz da manhã entre por suas retinas e estimule a produção de cortisol. Em seguida aplique de forma suave socos na região das costas, na altura dos rins, estimulando a energia yang, aquela que dá disposição e energia para as atividades do dia.

A próxima área a ser massageada é a cabeça. Massageie o couro cabeludo colocando as mãos sobre a cabeça entrelaçadas e massageie lentamente, deslizando o couro cabeludo para a frente e para trás algumas vezes. Isso mobiliza as fáscias e drena umidade. Depois massageie a testa, ao redor dos olhos, ao redor do nariz, em volta dos lábios e seguidamente massageie as duas orelhas, uma com cada mão.

Passando para as mãos e os braços, a massagem deve ser feita nos dedos, massageando um por um, as palmas das mãos e as regiões posteriores delas. Mãos, pés e orelhas são áreas reflexológicas do corpo onde existem representações de todos os órgãos e vísceras.

Capriche na massagem! Depois é a vez dos braços, que devem ser massageados da seguinte forma: a parte externa do braço deve ser massageada no sentido das mãos aos ombros e a parte interna dos braços deve ser massageada no sentido das axilas para a palma da mão.

Depois vamos massagear o tórax e o abdômen, fazendo uma massagem no peito entre os mamilos, depois massagear lentamente as mamas na mulher e o entorno ao peito no homem.

Para massagear o abdômen o ideal é deitar e massagear em volta do umbigo no sentido do ponteiro do relógio, aplicando também tapinhas no mesmo sentido com a mão em concha para estimular o peristaltismo e auxiliar na eliminação de gases intestinais.

A última etapa é massagear as pernas e os pés que podem ser com estímulos com a mão fechada dando soquinhos na região posterior da perna no sentido da coxa para o pé. Depois repetir o processo aplicando socos na lateral da perna. Por fim, sentar no chão e massagear a parte interna da perna no sentido tornozelo para a coxa. Finalize o processo massageando as solas dos pés com a polpa dos polegares. Se desejar coloque um pouco de azeite e aplique uma massagem relaxante em todo o pé.

Links Medicina e Produtos Naturais

Medicina:

  1. ACAM – Organização que congrega centenas de médicos nos EUA que usam quelação por EDTA e medicina Nutricional
  2. Med-Tronik – Centro de pesquisa e desenvolvimento da medicina de biorressonância, medicina do terreno biológico, na Alemanha

AIDS, Alternativas:

Câncer, Alternativas

Câncer, Artigos

Sites de Medicina Natural

Produtos Naturais:

Produtos de higiene pessoal natural sem petrolatos:

Farmácias de Manipulação:

Farmácias de Homeopáticas:

Feiras Orgânicas:

Os Cinco Níveis de Adoecimento e Cura – As Bases para uma Medicina Integral

Dietrich Klinghard, MD, PhD
Tradução e adapatação: Eduardo Almeida

 

Muito do que aqui será dito faz parte da percepção das pessoas e não precisa explicações adicionais. O próprio conceito de níveis de cura não é recente, e existe referência disso há mais de dez mil anos nos sutras yoga de Patanjali. Podemos dizer que este artigo é uma tentativa de expressar este conhecimento antigo em palavras de hoje.
Read more

Vamos caminhar???…

 

Caminhando vamos movimentar os intestinos aumentando a eliminação de fezes por estimulo peristáltico, se andamos rápido ou se corremos os intestinos massageiam a vesícula que vai ser estimulada a liberar bílis para o próprio intestino destoxificando o fígado, por isso que em medicina chinesa dizemos que fazer exercício promove a circulação do “Qi” energia do fígado. Outra coisa o coração movimenta o sangue, mas quem faz realmente o retorno venoso é a panturrilha a “batata da Perna” que favorece o sangue de retorno. Vamos aumentar a respiração oxigenando nossos tecidos e vamos suar ajudando o corpo a eliminar toxinas. Todas as células imunológicas vão estar mais eficientes pois estarão circulando junto com o sangue em maior precisão.Muito mais coisas acontecem como maior estímulo renal aumentando a vontade de urinar. Então vamos caminhar?

Enzima fonte de energia para todas as funções vitais do organismo.

A Jing Pré-Celestial na Medicina Chinesa determina a constituição básica de cada pessoa, força e vitalidade. O feto recebe dos pais o Jing herança genética. Considero ainda que a herança hereditária vai além do aspecto genético dos pais incluindo ainda a forma de como recebemos o seu amor, como somos educados, os valores que nos são transmitidos por eles em fim toda a educação e relação emocional recebida, fazendo ai parte do Jing pré e pós-celestial. É o que faz cada indivíduo ser único.
Read more

Imagem Intestino

Intestino e imunidade

O intestino é considerado como nossas “raízes” por varias correntes orientais como a macrobiótica, a dietética chinesa e a Medicina Ayurvédica, devido a sua função na absorção de nutrientes. Mas pouca importância tem sido dada a este órgão principalmente pela nutrição atual mais conservadora, entretanto sabemos que a Dietética Energética Chinesa usa pouco laticínios, pois é um grande produtor de fleuma e umidade. Por esta razão, a dietética energética associa o leite a doenças alérgicas respiratórias, sinusite, rinite.

A medicina biológica considera que o leite de vaca é causador de vários tipos de alergia. “Pessoas nascidas de 1946 e 1964, sobretudo nos Estados Unidos viveram num período em que a facilidade moderna estimulava a troca da amamentação mãe/filho pelas mamadeiras à base de leite de vaca.
Entendendo que bebês nascem com intestinos relativamente porosos, uma versão natural do que nos adultos chamamos de “Síndrome do intestino irritável” (decorrente de falhas de vedação). Neste quadro a flora intestinal fica bastante comprometida e as membranas das mucosas do intestino criam pequenas lesões ou “buracos”, que permitem a passagem de substâncias externas. Para um bebê essa é uma condição normal e essencial. O bebê precisa absorver facilmente tudo o que ingere, afinal de contas, bebês crescem numa velocidade espantosa. Seu peso pode dobrar depois de seis meses e triplicar depois de um ano. Para um desenvolvimento tão rápido, eles precisam de todos os nutrientes que conseguem ingerir.” Na MTC podemos associar este fato a transformação pelo PI (Baço),Qi do Fei (Pulmão)e Jing (Essência).

“O leite materno é um alimento perfeito para os bebês, atravessa facilmente as paredes intestinais e é absorvido pela criança sem problemas, este leite é fundamental para a formação imunológica da criança.
Quando a amamentação materna não ocorre por algum motivo, a maioria dos bebês se alimenta de uma fórmula baseada no leite de vaca. Ocorre que o leite de vaca atravessa o intestino da criança e parte dele é usada como nutriente, mas do ponto de vista genético, o bebê humano é programado para digerir leite materno.

Hoje em dia o leite de vaca comercial é misturado na fábrica a partir do leite de muitos animais. Portanto, o bebê que bebe esse leite recebe informação imunológica de vários rebanhos. Todas as proteínas da vaca atravessam os intestinos porosos do bebê, muitas delas – as quais não estão presentes no leite humano – são reconhecidas como substância estranhas pelo sistema imunológico da criança localizado ao longo do intestino delgado, onde os nutrientes são absorvidos na corrente sanguínea.

Esse sistema intestinal é chamado de “Placas de Peyer” – pequenas glândulas linfáticas que representam 80% de todo nosso sistema imunológico. Num recém- nascido, elas chegam a formar 98% do sistema imunológico e quando detectam proteínas “estranhas” ao organismo, podem produzir antígenos contra elas.
A exposição a estas proteínas após dezoito meses de vida não causa a mesma reação, pois o intestino da criança já se fechou. Invés de penetrarem no organismo, essas grandes moléculas de proteínas são detidas e digeridas antes da absorção. A digestão mais desenvolvida permite que sejam digeridas pelas enzimas em seus aminoácidos constituintes que já não são alergênicos.

Cada vez que as placas de Peyer entram em contato com uma destas proteínas “estranhas”,” avisam ao organismo o que resulta numa mucosa intestinal altamente inflamada e leva a danos a flora intestinal que estimula a digestão e protege o intestino. Já que o alérgeno primário é ingerido dia após dia, mais cedo ou mais tarde o intestino e a flora ficam danificadas, as paredes delicadas e finas do primeiro sofrem pequenas lesões.

Este quadro clínico é denominado de “Síndrome do intestino irritável” e pode causar um grande estrago no sistema imunológico intestinal.” Curiosamente lembrando que o Endoderma está relacionado com o revestimento epitelial do trato digestivo e do sistema respiratório. Os chineses entendiam esta relação pelo menos à 500 anos, sabiam que reações alérgicas comprometem o intestino e afeta o sistema respiratório comprometendo o Qi de defesa.

“Alergias secundárias se desenvolvem porque as membranas intestinais danificadas são tão permeáveis que outras moléculas ainda não plenamente digeridas conseguem atravessá-las. Dentro da corrente sanguínea são reconhecidas como agentes agressores. Alergias secundárias podem surgir a qualquer momento da vida de um ser humano e são percebidas porque normalmente tem relação com a histamina. Isso significa que elas são acionadas não pelas placas de Peyer, mas por mastócitos (células situadas sobretudo no tecido conjuntivo) que liberam histamina. A reação é geralmente rápida e bastante dramática: náusea, irritação ou vermelhidão da pele, inchaço, sobretudo da garganta e dores de cabeça intensas. A maioria das pessoas tem consciência de suas alergias secundárias. ” “Qi de defesa e Calor”

“As alergias primárias, por outro lado, são um pouco insidiosas e de identificação mais sutil, pois ao contrário das alergias histamínicas secundárias, que nos afetam de imediato, as primeiras levam até três dias para se manifestar. É por isso que em geral as pessoas não associam o sintoma ao alimento alergênico. Se for um alimento comum, que você come quase todos os dias, os sintomas sempre estarão presentes, amplificando-se gradualmente com o tempo.

Quando você mobiliza 80% de seu “exército” para se defender contra o perigo das alergias alimentares, não restam “tropas” suficientes para lutar em todas as batalhas” imunologicamente importantes contra infecções e até contra o câncer”. Além disso, os danos inflamatórios das alergias primárias reduzem a superfície dos intestinos, o que é de importância vital para a absorção dos bons nutrientes de que você precisa.”

Percebemos que disbiose intestinal está diretamente ligada às alergias respiratórias. A acupuntura, a fitoterapia e principalmente a aceitação e comprometimento do cliente em modificar seu hábitos alimentares são fundamentais para uma resposta de sucesso no tratamento.

Este texto surgiu da leitura dos seguintes livros:

  • DOUGLASS, William Campbell
    The Milk Book
  • LEITE, Carlos Eduardo
    Nutrição e Doença
  • RAUL, Thomas
    The Swiss Secret to Optimal Health
  • JINGFEN, Cain
    Eating Your Way to Health –Dietotherapy in Traditional Chinese Medicine