A importância do fígado na Medicina Chinesa e a sua ação metabólica.

Imagem Fígado
ALBERTO BASTOS

O fígado Gan na medicina chinesa apresenta dentro da sua fisiologia dois aspectos muito importantes: Mobilizar o Qi energia em todas as direções e armazenar o sangue. Emocionalmente cabe a ele circular e lidar com emoções como frustração, raiva. Quando isto não é possível surge a estagnação primeiro de Qi e se estas emoções continuam a estagnação de sangue Xué.O Hum seu aspecto mais sutil e tem por função planejar,dar foco e o olhar sobre todas as coisas .

Segundo alguns autores no idoso naturalmente ocorre uma estagnação de Xue já que com o passar do tempo o processo de envelhecimento e endurecimento das artérias contribui para que ocorra esta estagnação, por isso é comum observarmos em pessoas idosas veias de base da língua arroxeada ou amarronzadas.Podemos afirmar que algumas emoções podem contribuir para o agravamento de doenças, assim como um fígado intoxicado pode contribuir para a estagnação ?

Na medicina ocidental o fígado é essencial para uma série de funções bioquímicas, “sendo o terceiro maior órgão do corpo humano perdendo no tamanho apenas para a pele e o intestino. Se o fígado parar de funcionar em 24 horas a pessoa morre. Vários medicamentos , antiinflamatórios, estatinas (lipoproteínas) e antibióticos e tratamento como a quimioterapia podem causar sérios danos ao fígado” necessitando neste caso a indicação e o bom senso médico. “Por outro lado quando existe uma chance, esse órgão tem a capacidade de se regenerar de maneira extremamente eficaz.

Uma coisa interessante sobre o fígado é que ele tem dupla natureza: o órgão tem função construtiva – construção de substâncias necessárias ao organismo– e destrutiva- eliminação de substâncias tóxicas e células mortas” e dentro dos princípios da MTC planejar, criar, focar. “Ele consegue ser uma “indústria química” complexa e uma máquina de filtragem poderosa.

O fígado fabrica bile e o colesterol. A bile é um ácido digestivo armazenado no interior da vesícula, que é liberado no intestino delgado sempre que necessário após de uma refeição. A bile é fundamental para a digestão das gorduras e a absorção de vitaminas lipossolúveis.” Pessoas com problemas de vesícula precisam tomar cuidado com o que comem.

“O fígado também fabrica colesterol. Apesar da “má reputação” do colesterol em termos gerais, ele é uma substância de extrema importância como antioxidante,formar as paredes celulares,fabricar hormônios,curiosamente 60% do cérebro é composto de gordura saturada.”

Segundo as terapias biológicas “num ambiente interno devidamente alcalino e na presença de ácidos graxos (não saturados) e vitamina B, o colesterol no sangue não é o causador de problemas arteriais ou coronários.”
“O Fígado também converte o açúcar simples em glicogênio, que é então armazenado e liberado quando a pessoa precisa de energia entre as refeições. Fora isto ele decompões proteínas- tanto as recém ingeridas quanto as antigas e danificadas de todas as partes do organismo. Depois disso ,ele usa os aminoácidos resultantes para fabricar novas proteínas(enviando a onde são necessárias para cada tipo de tecido regenerando e permitindo seu crescimento ), também é capaz de eliminar esses aminoácidos em forma de toxinas. No processo de metabolização de proteínas ocorre a produção de amônia, que é extremamente tóxica para o humano. Então normalmente o fígado converte esta amônia em uréia e a manda para os rins,onde vai ser eliminada em forma de urina. Porem em algumas situações quando há uma sobrecarga de proteína, o fígado não consegue digeri-la por inteiro nem eliminar toda a amônia, que é então desviada para o sangue, onde causa toxidade nos tecidos.

O fígado também filtra uma série de outras toxinas, como álcool, drogas, substâncias químicas e proteínas antigas e congestionadas. A artéria hepática leva o sangue diretamente do coração para o fígado. Portanto, em certo sentido, o fígado é a primeira “barreira de defesa” do organismo depois dos intestinos. Quando ele fica sobrecarregado processando o excesso de proteínas degradadas,não consegue realizar um bom trabalho de filtragem dessas outras toxinas presentes no sangue. Neste caso é comum encontrar o “fígado gorduroso” esteatose hepática, que pode ser ocasionada por diversos fatores como obesidade, drogas, álcool e doenças, o depósito de gordura torna o fígado “preguiçoso”, emperram o metabolismo e impedem um funcionamento normal”.Novamente estagnação de Qi e Xue.

“De certa maneira, o funcionamento do fígado é cíclico, o que quer dizer que todos os detritos que ele elimina como toxinas e excesso de colesterol, são despejados no intestino delgado pela bile que ele fabrica. No final do ciclo digestivo,na parte mais baixa do intestino delgado,boa parte do ácido biliar é absorvido no sangue e transportado novamente para o fígado. Fibras insolúveis de vegetais e grãos integrais, que não são digeridas e permanecem no intestino, se combinam com a bile gordurosa e ajudam a expelir esta última, para que ela não entre de novo no ciclo.” É por isso que uma dieta rica em fibras diminui a quantidade de toxinas e colesterol e desacidifica o organismo.É importante perceber que uma alimentação sustentada em alimentos naturais e integrais , a indicação de fitoterapia, exercícios regulares e acupuntura é fundamental nos processos de desintoxicação onde existe o comprometimento da circulação do Qi e Du Xué do Gan.

Esse texto surgiu da leitura dos seguintes livros:

  • The Swiss Secret to Optimal Health
    Raul,Thomas
  • JINGFEN, Cain
    Eating Your Way to Health –Dietotherapy in Traditional Chinese Medicine
  • Os Fundamentos da Medicina Chinesa
    Giovani Maciocia